Já passou da hora de acabar com aquele vazamento chato no vaso sanitário que está quase virando membro da família! Mas, antes de qualquer coisa, é preciso entender como as coisas funcionam.

A estrutura de descarga do vaso sanitário é composta basicamente por uma válvula, uma boia e uma corrente. A válvula é uma peça de borracha responsável pela contenção do escoamento da água do reservatório para o vaso, a boia informa o nível de água e a corrente faz a ligação entre a descarga e a válvula. Ao acionar a descarga, a corrente atrelada puxa a válvula e imediatamente toda a água é liberada.

Se este mecanismo não estiver funcionando corretamente, tente uma das alternativas abaixo:

  • Ajuste o comprimento da corrente

Se for curta demais a corrente pode acionar a válvula “sem querer” e liberar a água, então, remova o gancho que prende a corrente à alavanca da descarga e eleve alguns elos na corrente para que a mesma não fique pressionada.
Se for longa demais, pode ficar “presa” embaixo da válvula e liberar a água também, então, com o auxílio de um alicate, remova alguns elos.

  • Verifique o estado de conservação da válvula

Desencaixe a válvula da caixa e verifique se há deformação, acúmulo de lodo ou furos. Em caso de furo ou deformação é necessário substituir a peça; caso seja sujeira – que acaba dificultando a vedação –  lave-a em uma solução com vinagre e instale novamente.

  • Ajuste o nível de água

Se o nível de água estiver alto demais a ponto de ficar bem próximo à tampa da caixa, abaixe a boia de enchimento para evitar que a água seja drenada constantemente pelo tubo de transbordo.

  • Observe o tubo de enchimento

Este tubo fica preso à válvula de enchimento e é o responsável por repor a água após a descarga. Se ele estiver abaixo do nível da água, haverá vazamento. Para consertar, corte um pedacinho da ponta dele para que fique acima da água.

  • Substitua a válvula de enchimento

Por fim, se nenhuma das alternativas anteriores resolver, o problema pode estar na válvula de enchimento. Mas, neste caso, como trata-se de uma substituição mais complexa, recomendamos que entre em contato com o profissional de confiança que costuma fazer os reparos em sua residência.

 

Continue no blog! Clique aqui para conferir outros conteúdos como este!