Quem é que não tem uma fita isolante em sua caixa de ferramentas? Ela é muito usada em pequenos reparos, e proporciona segurança para qualquer pessoa ou profissional que precisa fazer manutenções ou instalações elétricas. Mas você sabe como escolher uma fita de qualidade? Ou o que deve observar nos modelos disponíveis antes de efetuar a compra?

Em uma instalação ou manutenção elétrica, é primordial eliminar todos os possíveis riscos que podem levar a uma situação de curto-circuito, sobrecarga e incêndio elétrico. Por isso, a fita isolante escolhida deve ter boa qualidade, já que será responsável por isolar o cabo.

Alguns fatores primordiais na hora da escolha são: uma fita isolante deve suportar a temperatura, não romper, aderir perfeitamente aos cabos e não deixar a cola em apenas uma das superfícies.
Elas são categorizadas em três classes: A – uso profissional; B – uso geral e industrial e C – uso comum.

Temperatura

Um fio elétrico em uma instalação residencial, em condições normais, opera em temperatura de até 90 graus. Essa é condição mínima que uma fita isolante deve suportar. A base de borracha (PVC) deve ser impedir a propagação de chamas.

Espessura

Quanto mais espessa, mais difícil é o rompimento da fita. Fitas de maior espessura são mais resistentes e duram mais tempo. É fundamental que se evite pontas de fios e cabos contra a superfície da fita, pois furam a camada isolante e proporcionam um inesperado ponto vivo onde não se desejava. As fitas mais finas tendem a ser perfuradas com mais facilidade.

Memória Elástica

Quando há passagem de corrente, o cabo se dilata. Quando cessa, ele se retrai, voltando à forma original. A fita isolante deve acompanhar esse movimento com rapidez e efetividade, não deformando ou ressecando com o passar do tempo. Na hora da aplicação, quanto mais uma fita se alongar, melhor ela se moldará na superfície, evitando possíveis espaços vazios que podem comprometer a integridade da emenda. Faça o teste: estique a fita e em poucos segundos ela deve retornar à forma original.

Aderência da cola

A fita não deve deixar uma camada de cola no cabo quando removida. A sua aderência deve ser efetiva. Além disso, deve ser enrolada em formato espiral, cobrindo cada parte do metal condutor com ao menos uma camada e meia do material isolante.

As fitas isolantes Foxlux estão disponíveis em seis cores: preta, branca, azul, amarela, verde e vermelha, nos comprimentos 5m, 10m e 20m. Têm espessura de 0,15mm e largura de 19mm. Isola fios com tensão de até 600V.